Menu

Vacina contra meningococo dos tipos ACWY

Pontos principais

O que previne: meningites e infecções generalizadas (doenças meningocócicas) causadas pela bactéria meningococo dos tipos ACWY.

Trata-se de vacina inativada, portanto, não tem como causar a doença.

Contém antígeno formado por componentes das cápsulas das bactérias (oligossacarídeos) dos sorogrupos A, C, W e Y conjugados a uma proteína que, dependendo do fabricante, pode ser o toxoide tetânico ou o mutante atóxico da toxina diftérica, chamado CRM-197.

Indicação:

Para crianças e adolescentes, conforme recomendações das sociedades brasileiras de Pediatria (SBP) e Imunizações (SBIm).
Para adultos e idosos, dependendo da situação epidemiológica.
Para pessoas de qualquer idade com doenças que aumentem o risco para a doença meningocócica.
Para viajantes com destino às regiões onde há risco aumentado da doença.

Esquema de doses:

As sociedades brasileiras de Pediatria (SBP) e de Imunizações (SBIm) recomendam o uso rotineiro dessa vacina para crianças, adolescentes e adultos. Na impossibilidade de usar a vacina ACWY, deve-se utilizar a vacina meningocócica C conjugada.
Para crianças, a vacinação deve iniciar aos 3 meses de idade com três doses no primeiro ano de vida e reforços aos 12 meses, 5 anos e 11 anos de idade. Para adolescentes que nunca receberam a vacina meningocócica conjugada quadrivalente — ACWY, são recomendadas duas doses com intervalo de cinco anos.
Para adultos, dose única.

www.clivped.com.br

https://sbim.org.br/images/calendarios/calend-sbim-crianca.pdf